Deus, Socorro em Tempos de Crise

Por Francikley Vito

Verdadeiramente, somos como ilhas cercadas de crises por todos os lados. E isso incomoda.

No mundo conturbado como o que estamos, podemos perceber facilmente que muito entre nós estão vivendo em busca de alguma coisa que os faça esquecer que estão no meio do oceano das crises; e essas pessoas, para não perceberem o que as cerca, vivem aquilo que poderíamos chamar de “um não ser”, ou seja, queremos viver vidas que não são suas, sonhar sonhos que não são seus; viver como que uma realidade paralela, uma vida ilusória que só existe nelas mesmas – um mundo separado da vida real, fictício por natureza. Não que isso seja de todo errado; o problema é quando fazemos deste mundo o único aceitável, e nos recusamos a lidar com a realidade. Podemos imitar o poeta Fernando Pessoa quando conclama: “agir, eis a inteligência verdadeira. Serei o que quiser. Mas tenho que querer o que for. O êxito está em ter êxito, e não em ter condições de êxito. Condições de palácio tem qualquer terra larga, mas onde estará o palácio se não o fizerem ali?”. Podemos dizer, então, que o agir muda o nosso presente e transforma o nosso futuro. Não esconder-se, enfrentar. Não fugir, ficar.

E por mais absurdo que possa parecer, isso também acontece com aqueles que tentam a todo custo “buscar a ajuda de Deus”. Quando pedimos o socorro de Deus não deveríamos pensar que o Senhor fará tudo por nós, desconsiderando a nossa livre vontade; devemos pensar nisso como um apelo dependente de pessoas que reconhecem que o seu Deus pode ajudá-las mesmo nas piores situações da suas vidas.

Uma das figuras mais usadas no Novo Testamento para descrever os filhos de Deus é a do servo; e o “escravo” é aquele que ouve a voz do seu senhor e age depois de ouvi-la. Portanto, quando Deus diz que irá “diante” (Is 45) de nós devemos segui-lo; quando fala que abrirá uma “porta” (Ap 3.8) à nossa frente devemos entrar por ela; quando manda pegar a nossa “cama” (Jo 5.9) e andar devemos obedecer. Isso é o que podemos chamar de ação “dual”, isto é, Deus faz a sua parte e nós a nossa.

Sei que há muitas outras implicações nestas afirmações, mas todas as vezes que penso nesse princípio recordo-me da pergunta perturbadora do escritor americano Ron Mehl, que indaga: “A vida cristã não se resume realmente em Deus nos segurar e nós nos agarrarmos a Ele?”[1]. Isso é ação dual!

Nota
[1]Mehl, Ron. Deus Trabalha no Turno da Noite. São Paulo: Pub. Quadrangular, 1995.p.62

5 comentários:

  1. Paz irmão...

    Obrigada por sua visita no Halicia.net.
    Também gostei bastante do seu blog. O Espírito ministrou ao meu coração através deste texto; nossa parte é obedecer ao comando do Senhor!!!

    Que Deus te prospere, em nome de Jesus!

    ResponderExcluir
  2. Citei seu texto em meu blog... Dê uma olhada!

    ResponderExcluir
  3. Halícia, fico feliz em tê-la edificado; esta é minha maior alegria, ser uma canal de benção!Paz.

    ResponderExcluir
  4. Graça e Paz meu querido.

    Como sempre muito inteligente esse meu mestre, se é que assim o senhor me permita chama-lo...

    Uma coisa que penso e que muitas vezes ja apliquei em trechos de meus poucos sermões é que se estamos em uma situação e acomodamo-nos nela o Senhor nos mantém e com braço forte nos segura ali. Porém no momento em que nos levantamos olhamos uma tão grande montanha pela frente cheia de dificuldades, barrancos, desafios, gigantes, mares, rios, e tantas coisas que não querem permitir-me chegar ao ponto mais alto, podemos ter a convicção de que Deus ja se levantou primeiro, venceu todas essas barreiras está a nos esperar lá... e posso crêr que se existia algo que fosse maior do que eu o Senhor ja eliminou e que ainda que eu possa estar prostado achando que não vou conseguir o Senhor vem ao meu encontro me ergue e faz-me seguir adiante.
    Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança, pois fiel é aquele que prometeu Hb 10,23

    Deus te abençoe!

    Dc. Paulo Valadão

    ResponderExcluir
  5. Paulo, meu querido amigo, é um prazer tê-lo conosco. Que o nosso Deus continue te usando de maneira maravilhosa.Paz.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...