A Polêmica Com a Bíblia de Estudo Dake 3/8

A Polêmica

Repetimos o que já dissemos no post anterior: Num primeiro momento o recebimento d’A Bíblia de Estudo Dake foi a melhor possível. Isso logo seria mudado com as primeiras críticas surgidas em sites/blogs que apontavam erros doutrinários, que alguns chamavam, sem cerimônia, de “heresias”. A complicação tornou-se maior com a publicação da notícia de que Miriam Anna Liborio, revisora da Bíblia Dake, havia sido demitida pela direção da empresa. Em sua defesa a revisora publicou uma carta [1] aberta que dizia:

A quem interessar possa.

Não é justo que eu seja penalizada pela publicação da Bíblia Anotada de DAKE, quando a direção foi avisada (pelo chefe de setor em exercício e pelos revisores responsáveis, muito antes de sua publicação) de que ela traria problemas. Não existe erro de revisão nela. Existem discrepâncias doutrinárias que inviabilizam sua publicação e isto, embora não seja da competência do revisor, que apenas cumpre ordens, foi visto e comunicado.
O superior imediato foi alertado a respeito das discrepâncias, mas não deu ouvidos, sabe-se lá por quê.

Qualquer coisa que seja dita, por quem quer que seja, para justificar a ignorância deles com relação a este fato, é MENTIRA atestada por mim como copy mais antiga no setor. Peço que tomem providências. Ou este sacerdócio já está tão corrompido que será necessário Deus abrir a boca de um jumento para repreender o profeta cego, surdo e mudo? Não quero emprego de volta, nem dinheiro. Quero desagravo. Não posso ficar à mercê de profetas velhos, aos quais sempre temi, dos quais sempre tive receio, e por causa de quem me vejo neste imbróglio.

Com muita indignação,
Miriam Anna Liborio
P.S.: Se existe algum problema de saúde naquele lugar, é cegueira. Incurável.

Fonte
[1] http://pointrhema.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...