Papa Condena o Aborto e Pede a Bispos que Reforcem aos Brasileiros o Poder do Voto para Defender o Bem Comum

Em reunião com bispos da região nordeste do país nesta quinta-feira, o papa Bento XVI falou a respeito do aborto e – sem citar diretamente a eleição do próximo domingo – pediu aos religiosos que orientem politicamente os fiéis, reforçando a posição da Igreja Católica a respeito do tema. O encontro ocorreu pela manhã, em Roma. “Em determinadas ocasiões, os pastores devem mesmo lembrar a todos os cidadãos o direito, que é também um dever, de usar livremente o próprio voto para a promoção do bem comum”, afirmou o pontífice. “Quando os projetos políticos contemplam, aberta ou veladamente, a descriminalização do aborto ou da eutanásia, o ideal democrático – que só é verdadeiramente tal quando reconhece e tutela a dignidade de toda a pessoa humana – é atraiçoado nas suas bases”, disse o papa. “Portanto, caros irmãos no episcopado, ao defender a vida não devemos temer a oposição e a impopularidade, recusando qualquer compromisso e ambiguidade que nos conformem com a mentalidade deste mundo.”

A polêmica em torno da descriminalização do aborto foi destaque no segundo turno da eleição presidencial. O assunto ganhou força quando começaram a circular pela internet vídeos e entrevistas em que a candidata do PT Dilma Rousseff defende abertamente o aborto – posição que ela mudou pouco antes de se tornar candidata. “Acho que tem de haver descriminalização do aborto”, disse em 2007, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo. “No Brasil, é um absurdo que não haja.”

Falando a bispos do Maranhão, Bento XVI disse: “Neste ponto, política e fé se tocam. A fé tem, sem dúvida, a sua natureza específica de encontro com o Deus vivo que abre novos horizontes muito para além do âmbito próprio da razão. Com efeito, sem a correção oferecida pela religião até a razão pode tornar-se vítima de ambiguidades, como acontece quando ela é manipulada pela ideologia, ou então aplicada de uma maneira parcial, sem ter em consideração plenamente a dignidade da pessoa humana”. (os grifos são do editor do blog)

Fonte
http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/papa-condena-o-aborto-e-pede-a-bispos-que-reforcem-aos-brasileiros-o-poder-do-voto-para-defender-o-bem-comum utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter

2 comentários:

  1. Todos os líderes evangélicos deveriam ser conscientes com relação aos príncipios bíblicos.
    Acredito que se houvesse essa consciência não haveria divisão nas igrejas com relação em quem votar!
    O link abaixo fala sobre o aborto na China!
    http://www.oquedeustemfeitoemtuavida.net/2008/01/responsabilidade-social.html

    ResponderExcluir
  2. Erlon, a Paz de Cristo.
    Gostaria de agradecer a você pela sua participação en nosso blog. Que Deus o abençoe.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...